faixa-roxa.jpg
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • zap-preto
faixa-roxa.jpg

Linha do Tempo Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello

 

1974 – Reco, na época com 19 anos, vai em férias para Salvador e assiste a um show de Moraes Moreira e Armandinho no Teatro ICBA. Nesse show, ele escuta o choro “noites cariocas” pela primeira vez e se apaixona pelo bandolim.


1974 – Reco, que tocava guitarra na época, chega em Brasília, ainda extasiado pelo que ouviu em Salvador, e consegue um bandolim para aprender choro. Desde então fica conhecido como Reco do Bandolim.


1975 – Em Brasília, Reco busca formas de aprender a tocar choro nas principais instituições de música da capital. Para sua absoluta decepção, nenhuma escola de música se dedicava ao ensino do choro.


1975 – Reco inicia seus estudos como autodidata tirando de ouvido as gravações dos LP’s de Jacob do Bandolim. Porém, enfrenta dificuldades em saber qual era a afinação correta do bandolim e chega a passar 12 horas por dia mergulhado nas gravações e no estudo do seu mais novo companheiro. 


1977 – Já familiarizado com o repertório do choro e sendo considerado uma revelação do bandolim, Reco se envolve no movimento do Clube do Choro em Brasília e lá conhece chorões importantes. Chega a tocar com Waldir Azevedo, Altamiro Carrilho, Nelson Cavaquinho, entre outros.


1979 – Forma o grupo Choro Livre com o amigo Alencar 7 cordas, músico genial e também grande professor de choro que se tornou um dos principais mestres de música na capital.

faixa-verde-amarelo.jpg

Venha estudar em um lugar feito de música!

Matrículas abertas de 14 a 28 de dezembro de 2020

faixa-roxa.jpg

SDC Bloco G - Brasília/DF, 70070-350

Telefone: (61) 3224-0599

  • zap-preto
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram
  • YouTube